Enxaquecas: mal do coração?

Pequenos orifícios no coração podem estar relacionados com as enxaquecas

16 abril 2001
  |  Partilhar:

Quando nascemos, uma comunicação entre 2 cavidades do coração (aurículas), denominada foramen oval, fecha aquando da primeira inspiração do bebé. Esta abertura serve no feto para que o sangue flua directamente sem passar pelos pulmões.
 

 

No entanto o foramen oval pode, muitas vezes, não fechar completamente. Cerca de um quarto da população humana tem esta abertura no septo que divide as duas aurículas do coração. Cientistas ingleses suspeitam que estes orifícios no coração, quando suficientemente grandes, podem estar na origem dos casos de enxaqueca crónica.
 

 

Há 10 anos que médicos ingleses descobriram que mergulhadores que sofriam de problemas respiratórios ao mergulhar (“the bends”) apresentavam estes orifícios no coração e que mais de metade deles tinham orifícios cujo diâmetro era superior a 11 mm.
 

 

Durante o mergulho, nas veias dos mergulhadores, podem-se formar bolhas de ar que atravessam este orifício. Podem deste modo entrar na circulação sanguínea pelas artérias e obstruir os capilares sanguíneos do cérebro ou espinal medula causando acidentes vasculares. Se a filtração do sangue nos pulmões fosse efectuada correctamente, isto não aconteceria.
 

 

A maioria destes mergulhadores sofria também de enxaquecas crónicas, geralmente precedidas de distúrbios visuais e da fala. Por vezes ocorriam também alterações de sensibilidade ao tacto.
 

 

Os médicos fecharam os orifícios de alguns mergulhadores por inserção de um cateter no coração. Para surpresa dos médicos, 7 dos 16 mergulhadores operados deixaram de ter enxaquecas e todos menos um dos 9 restantes admitiu que estas se tornaram menos fortes e persistentes.
 

 

Há investigação paralela que sugere que os distúrbios visuais relacionados com enxaquecas são devidos a trombos que entopem vasos no cortex visual do cérebro.
 

 

Estas descobertas salientam o papel importante dos pulmões como filtro do sangue. Sabe-se que pequenos trombos que se formam nas veias podem ficar retidos nos capilares pulmonares e deste modo prevenir uma trombose ou acidente vascular cerebral.
 

 

Os pulmões têm também a capacidade de remover substâncias que causam dilatação ou contracção das veias, que podem desencadear enxaquecas.
 

 

No entanto, mais estudos estão a ser feitos para averiguar a relação entre os orifícios no coração e as enxaquecas.
 

 

Fonte: New Scientist
 

 

Helder Cunha Pereira
 

MNI – Médicos Na Internet

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.