Enxaqueca aumenta risco de depressão

Estudo publicado na revista “Headache”

02 dezembro 2011
  |  Partilhar:

As pessoas que sofrem de enxaqueca podem apresentar um maior risco de desenvolver depressão clínica, sugere um estudo feito na Universidade de Calgary, no Canadá, e que foi publicado na revista “Headache”.

 

O estudo também sugeriu que essa relação possa ser inversa, ou seja, as pessoas com depressão talvez tenham uma maior probabilidade de ter enxaqueca.

 

Os cientistas analisaram dados do Exame Nacional de Saúde da População do Canadá. Ao todo, foram avaliadas 15 mil pessoas de dois em dois anos, entre 1995 e 2007. No geral, cerca de 15% das pessoas no estudo tinham depressão e cerca de 12% enxaqueca ao longo dos 12 anos do estudo.

 

Das pessoas que sofriam de enxaqueca, 22% também apresentaram depressão. Entre quem não tinha enxaqueca, o índice de depressão foi menor: 14,6%. Esses dados revelam que pacientes com enxaqueca têm 80% mais probabilidades de passar por um quadro depressivo.  

 

Pessoas com depressão também foram 40% mais propensas a desenvolver enxaqueca, mas a relação não foi tão forte. Além disso, a associação desapareceu quando os dados foram ajustados para stress e trauma de infância.

 

Em comunicado, os cientistas explicaram que o stress na infância pode alterar a forma como o cérebro responde ao stress mais tarde na vida, e este tipo de estudo não pode eliminar tais efeitos biológicos.

 

O estudo também não pode determinar a causa e o efeito para a ligação entre a depressão e a enxaqueca. O próximo passo da investigação será a de explorar como esta informação pode ser usada pelos médicos.

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.