Entre a vida e a morte

Cientistas detectam área cerebral das experiências extra-sensoriais

18 setembro 2002
  |  Partilhar:

São muitos os relatos de pessoas que em estado de coma viveram experiências extra-sensoriais, como a visão de episódios passados ou contacto com parentes já falecidos.
 

 

Agora, investigadores suíços descobriram a área cerebral responsável por estas sensações extra- corpórea.
 

 

No trabalho, publicado na revista «Nature», os investigadores relatam como desvendaram o mistério ao darem pequenos choques - electródos - numa região do cérebro conhecida como giro angular direito de uma paciente epiléptica.
 

 

Deste modo, conseguiram produzir a sensação na doente, que durou cerca de dois segundos, por três vezes consecutivas. Os relatos da mulher de 43 anos incluíram sensações de leveza e flutuação a cerca de dois metros acima da cama, perto do teto. «Consigo ver-me deitada na cama, de cima, mas só vejo minhas pernas e a parte de baixo do tronco».
 

 

Os médicos da equipe de Olaf Blanke, dos Hospitais Universitários de Genebra e Lausanne, acreditam que o giro angular seja o local onde a informação visual é associada com o sistema de representação do corpo através de dados sensoriais, como o tacto.
 

 

Em entrevista à «Nature», Olaf Blanke afirmou que a experiência sugere uma ligação entre as capacidades estra-sensoriais e uma parte específica do cérebro. «Parece que essa área é importante em certos processos cerebrais».
 

 

No momento, Blanke disse não saber por que razão o fenómeno ocorre com pessoas que estão perto da morte, mas adiantou que isto pode acontecer devido a falta de oxigénio ou ao mau funcionamento de certas regiões cerebrais.
 

 

Cerca de 10 por cento das pessoas que vivem experiências próximas da morte passam por experiências semelhantes. O fenómeno também já foi relatado por alguns pacientes com enxaqueca, epilepsia e acidente vascular cerebral (AVC).
 

 

Paula Pedro Martins
 

MNI-Médicos Na Internet
 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.