Entidade Reguladora da Saúde entra em vigor com nova legislação

Cinco meses é o período estipulado pelo ministro da Saúde

14 fevereiro 2006
  |  Partilhar:

A Entidade Reguladora da Saúde (ERS) deverá ter um novo figurino dentro de quatro a cinco meses, centrando-se a sua acção na regulação económica dos prestadores de cuidados, públicos ou privados, afirmou segunda-feira, 13 de Janeiro, o ministro da Saúde.
 

 

Criada em 2003 pelo antecessor de Correia de Campos na tutela da Saúde, a ERS teve um percurso atribulado que culminou na demissão da sua direcção em Julho do ano passado. A nova direcção da ERS, presidida por Álvaro Santos Almeida, deverá agora recolher os contributos das cinco reuniões e apresentar ao Ministério da Saúde uma proposta de diploma. Após consulta pública, o ministro da Saúde acredita que a nova legislação poderá ser presente a Conselho de Ministros dentro de "quatro a cinco meses".
 

 

António Correia de Campos interveio esta semana, em Lisboa, na sessão de encerramento de um conjunto de reuniões que serviram para debater as competências e atribuições da Entidade Reguladora da Saúde (ERS) e defendeu que esta entidade deve ser "reconfigurada".
 

 

Fonte: Lusa
 

MNI-Médicos Na Internet
 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.