Enfermeiros espanhóis podem abandonar Portugal
09 maio 2002
  |  Partilhar:

Os hospitais portugueses podem, em breve, deparar-se com a ruptura de vários serviços, pois os cerca de dois mil enfermeiros espanhóis que cá trabalham podem estar de saída. Quem o garante é o Sindicato dos Enfermeiros Portugueses perante o anúncio de abertura em Espanha de 20 mil vagas para estes profissionais.
 

 

"Com o descongelamento de tantas admissões, os espanhóis que cá trabalham vão querer ir para as instituições do seu país. Por outro lado, não haverá mais profissionais espanhóis para ir buscar", explicou ao Correio da Manhã Guadalupe Simões, daquele sindicato. Por isso, a dirigente sindical lança o alerta: "Esta situação vai evidenciar a carência de profissionais que existe em Portugal, o que pode significar a ruptura de muitos serviços". É que, como recorda a responsável, há hospitais, como o Barlavento Algarvio e o estabelecimento de Santa Maria da Feira onde metade dos enfermeiros que ali prestam cuidados aos utentes são espanhóis.
 

 

Veja mais no: Correio da Manhã
 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar