Enfermeiros discutem adaptação do curso superior a Bolonha

Ordem e Ministério do Ensino Superior debatem mudanças

19 dezembro 2006
  |  Partilhar:

 

A Ordem dos Enfermeiros informou esta semana que o processo de adaptação do ensino de Enfermagem a Bolonha ainda está em discussão com o Ministério do Ensino Superior.
 

 

A bastonária da Ordem dos Enfermeiros, Maria Augusta de Sousa, teve segunda-feira uma audiência com o secretário de Estado do Ensino Superior para debater a aplicação do Processo de Bolonha no ensino de Enfermagem.
 

 

Maria Augusta Sousa manifestou-se optimista quanto ao processo de adequação do curso superior de Enfermagem a Bolonha e sublinhou que o próprio relatório da OCDE, apresentado na quinta-feira passada, "diz que a área do ensino de Enfermagem obriga a serenidade para a construção de um processo de discussão para chegar a um consenso entre prestadores, ordens, escolas e empregadores".
 

 

Em causa está o quadro legal vigente sobre o ensino de Enfermagem, que tem como pressuposto que a formação inicial (de quatro anos) prepara para as competências de prestação de cuidados, de investigação, de formação e de gestão. Com a adaptação dos cursos superiores ao Processo de Bolonha, as competências atribuídas com a licenciatura deixam de se enquadrar no primeiro ciclo do Ensino superior (equivalente à licenciatura, mas com apenas três anos).
 

 

Fonte: Diário de Notícias
 

MNI-Médicos Na Internet
 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.