Enfermagem : Bolsa de investigação (40 mil euros) apresentada em Coimbra
08 novembro 2001
  |  Partilhar:

Uma bolsa de investigação no valor de oito mil contos (40 mil euros), para o desenvolvimento de projectos de investigação em enfermagem, vai ser apresentada sexta-feira em Coimbra.
 

 

A bolsa, resultado de uma parceria entre a revista «Sinais Vitais» e a empresa Johnson & Johnson, pretende fomentar, através da investigação, a produção e divulgação de conhecimentos relevantes para a melhoria dos cuidados de saúde, nomeadamente dos cuidados de enfermagem.
 

 

 

Segundo o regulamento, vai privilegiar candidaturas (num limite máximo, por projecto, até 7.500 euros) que pretendam investigar as temáticas de cuidados a doentes com feridas, situações de pessoas com dor, cuidados paliativos e a saúde da mulher e do idoso.
 

 

Dar-se-á preferência também a projectos que abordem a humanização dos cuidados de saúde e as problemáticas dos riscos profissionais e da gestão dos recursos humanos e materiais.
 

 

Segundo Carlos Margato, subdirector da revista "Sinais Vitais", pretende-se privilegiar «áreas problemáticas em termos da saúde da população».
 

 

Os projectos devem ser apresentados entre 1 de Dezembro de 2001 e 31 de Março de 2002.
 

 

 

A bolsa de investigação é apresentada sexta-feira à tarde, no âmbito do fórum «Desafios em Enfermagem», que começa hoje no auditório dos Hospitais da Universidade de Coimbra.
 

 

A iniciativa, que decorre até sábado, comemora o sétimo aniversário da revista.
 

 

Carlos Margato, também ligado à organização do evento, disse à Agência Lusa que no fórum - "Desafios e Experiências Inovadoras para este Século" - serão apresentados projectos inovadores desenvolvidos por enfermeiros nas áreas da saúde da criança, mulher, idoso, família e da comunidade e ainda no domínio da saúde mental, entre outros.
 

 

«Sinais Vitais» é uma revista técnico-científica de enfermagem, propriedade da Formasau (Formação e Saúde), empresa de formação creditada pelo INOFOR e pelo Ministério do Trabalho e da Solidariedade.
 

 

Fonte: Lusa

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.