Enfarte do Miocárdio diminuiu na Itália após proibição de fumar

Pesquisa apresentada na revista “American Heart Association”

14 fevereiro 2008
  |  Partilhar:

 

O número de Enfartes do Miocárdio na Itália diminuiu "significativamente" após a entrada em vigor da proibição de fumar nos locais públicos, em Janeiro de 2005, segundo um estudo publicado na revista norte-americana “American Heart Association”.
 

 

A conclusão é de um estudo realizado por um grupo de investigadores do Departamento de Epidemiologia da Administração local de Saúde de Roma, Itália, que analisou casos clínicos de pessoas na faixa etária dos 35 aos 85 anos, que entre 2000 e 2005 sofreram um Enfarte Agudo do Miocárdio (EAM).
 

 

A análise destes casos incidiu nas admissões hospitalares destes pacientes e nos decorrentes óbitos durante e após o atendimento no hospital.
 

 

De acordo com os especialistas, a introdução da proibição de fumar em espaços públicos conduziu a uma redução de 11,2% na taxa anual de ocorrências de acidentes coronários agudos na faixa etária de 35 e 64 anos. Relativamente aos pacientes com idades compreendidas entre 65 e 74 anos, a redução foi de 7,9%, sendo que, de acordo com o estudo, acima desta idade os investigadores não conseguiram encontrar qualquer diferença.
 

 

Fontes: Lusa e Imprensa Internacional
 

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.