Endometriose pode estar associada a doença periodontal

Estudo publicado na revista “Fertility and Sterility”

30 março 2009
  |  Partilhar:

Um estudo publicado na revista científica “Fertility and Sterility” sugere uma possível associação entre a endometriose e a doença periondontal.

 

A endometriose ocorre quando o tecido que envolve a camada interna do útero, o endométrio, começa a crescer e atinge zonas exteriores ao útero, para a pélvis, intestinos, trompas de Falópio, ovários e outras áreas. Quando há a dispersão deste tecido durante o período menstrual, a endometriose causa dores pré-menstruais, períodos dolorosos e abundantes e, por vezes, infertilidade.

 

A doença periondontal é uma doença infecto-inflamatória das gengivas, tecidos e dos ossos à volta dos dentes.

 

Em declarações à agência Reuteurs Health, os investigadores da University of Michigan Health System, em Ann Arbor, nos EUA, sugeriram que um factor que contribui para o desenvolvimento da endometriose poderia ser “um defeito na capacidade de o sistema imune limpar o fluxo menstrual retrógrado. Por seu turno, a auto-imunidade também tem sido associada ao desenvolvimento da doença periondontal”.

 

De forma a investigar uma possível relação entre as duas doenças, o grupo de cientistas liderado por Dan I. Lebovic utilizou dados de 4136 mulheres que participaram numa sondagem sobre nutrição e saúde nacional entre 1999 e 2004.

 

O estudo revelou que, quando comparadas com as mulheres que não sofriam da doença, as que tinham endometriose apresentavam um risco 57% maior de sofrerem de gengivite e periodontite.

 

Apesar da endometriose poder ser o resultado de vários factores, ela também pode ser “aumentada por uma resposta imune a um agente infeccioso, sendo que a ligação subjacente destas duas doenças poderá ser uma desregularão imune global e generalizada”, revela ainda o líder da investigação.

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.
 

 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 1 Comentar