Encerramento de urgências da Azambuja fundamentado em estudo

Sub-região Saúde de Lisboa explica decisão

08 janeiro 2006
  |  Partilhar:

 

A sub-região de Saúde de Lisboa informou hoje que a decisão de encerrar as urgências nocturnas de Azambuja está fundamentada num estudo que aponta para o fecho destes serviços quando não haja mais de 10 atendimentos por noite.
 

 

A coordenadora da sub-região de Saúde, Maria Manuela Peleteiro, afirmou que foi elaborado um estudo pelo Ministério da Saúde que diz que "devem encerrar as urgências nocturnas que não tenham mais de 10 atendimentos por noite".
 

 

Os habitantes da Azambuja têm-se manifestado contra o novo horário de funcionamento do centro de saúde, tendo ameaçado boicotar as eleições presidenciais no próximo dia 22. Os habitantes recusam que o centro passe a encerrar às 22:00, deixando de estar aberto 24 horas.
 

 

Fonte: Lusa
 

MNI-Médicos Na Internet
 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.