Empregos mais estimulantes aumentam esperança de vida para quem tem demência frontotemporal

Estudo realizado pela Universidade da Pensilvânia, EUA

27 abril 2015
  |  Partilhar:
A demência frontotemporal (DFT) é uma doença neurodegenerativa que se caracteriza por alterações da personalidade e do comportamento, perda de competências linguísticas e problemas motores, entre outros.
 
É o segundo tipo de demência mais comum, a seguir à doença de Alzheimer, mas neste caso a memória não é afetada. Esta demência é causada pela progressiva degeneração celular nos lobos frontal e temporal do cérebro. 
 
Um novo estudo revela que as pessoas que sofram desta doença e tenham empregos mais estimulantes poderão prolongar a sua esperança de vida. 
 
Os portadores de DFT vivem em média 6 a 10 anos após o início dos sintomas. Os resultados deste estudo demonstraram que aqueles que têm uma vida profissional mais estimulante podem viver cerca de 3 anos a mais.
 
Ainda não é claro quais os fatores determinantes para a sobrevivência destes doentes.
 
Por isso, um grupo de investigadores da Universidade da Pensilvânia, nos EUA, liderados por Lauren Massimo, decidiram investigar até que ponto a ocupação profissional poderia afetar a taxa de sobrevivência de um doente com DFT.
 
Os investigadores analisaram os processos clínicos de 83 pacientes já falecidos e cujo diagnóstico de DFT ou Alzheimer foi confirmado através de autópsia. No total, 34 desses pacientes tinham DFT.
 
A equipa avaliou o histórico profissional destas pessoas e atribuiu categorias às suas profissões, de acordo com as categorias dos Censos dos Estados Unidos.
 
Os resultados do estudo revelaram que as profissões mais exigentes protegem o cérebro de determinados efeitos desta doença, o que permite que estes doentes consigam viver mais tempo.
 
Aparentemente, a sobrevivência de pacientes com doença de Alzheimer e outras formas de demência não parece ser afetada pela ocupação profissional.
 
ALERT Life Sciences Computing, S.A.
Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.