Embolização das Artérias Uterinas une Medicina Convencional a Acupunctura

Intervenções lideradas pelo médico João Martins Pisco

14 maio 2007
  |  Partilhar:

 

Portugal é o único país que, a nível mundial, associa a Embolização das Artérias Uterinas (EAU), que permite tratar os Fibromiomas Uterinos, à acupunctura, segundo o médico português João Martins Pisco.
 

 

Segundo o médico, Radiologista de intervenção, foi esta associação entre a Medicina convencional e a Medicina alternativa que trouxe a Portugal, no sábado passado, uma equipa de médicos da Universidade e do Hospital de Meiji, no Japão.
 

 

No Hospital de St. Louis, em Lisboa, os médicos japoneses e ainda um grupo de Ginecologistas portugueses, puderam assistir ao tratamento, através desta técnica, de sete mulheres que sofriam de Fibromiomas Uterinos.
 

 

De acordo com Martins Pisco, vai ser celerado um protocolo entre a Universidade de Meiji e o Hospital de St. Louis, para que médicos japoneses possam vir a Portugal aprender esta técnica.
 

 

Na maioria dos centros a Embolização Uterina é realizada com Anestesia geral contudo, a técnica é executada por Martins Pisco sob Anestesia local ou sob Acupunctura, pelo médico japonês Mitsuharu Tsuchiya. A doente fica internada, geralmente 6 a 8 horas e pode retomar a sua actividade profissional dois a cinco dias após a intervenção.
 

 

Desde 2004, 417 mulheres foram tratadas por Martins Pisco: 80% destas doentes tinha sido aconselhada, pelos seus médicos, a Histerectomia. Segundo dados do radiologista, 90% das mulheres voltaria a fazer a embolização, 97% recomenda a técnica e 81% refere que a sua qualidade de vida melhorou.
 

 

Actualmente, já nasceram duas crianças cujas mães fizeram a EAU e quatro mulheres já tratadas com esta técnica estão actualmente grávidas.
 

 

Fonte: Lusa
 

MNI-Médicos Na Internet
 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.