Embalagens de medicamentos vão ser recicladas

Estado vai obrigar a empresa responsável a práticas ecológicas

20 fevereiro 2006
  |  Partilhar:

 

O Estado vai obrigar a empresa que recolhe as embalagens e os medicamentos fora de uso a enviar as caixas dos fármacos para a reciclagem. Actualmente, os resíduos entregues nas farmácias são recolhidos pela empresa Valormed e enviados para incineradoras, onde são queimados em vez de serem reciclados e aproveitados.
 

 

A alteração constará na nova licença da Valormed que está a ser negociada com o Governo. Luís Francisco, da direcção da Valormed, adiantou ao DN que, com a nova licença, serão aproveitados e reciclados os resíduos de cartão, plástico e vidro que compõem, por exemplo, os pacotes de medicamentos, as bulas ou os frascos de xarope.
 

 

A Valormed também está a estudar a hipótese de vir a construir uma unidade de triagem e reciclagem para separar e tratar estes resíduos. Os remédios terão de continuar a ser queimados nas incineradoras, dado conterem produtos perigosos, nomeadamente os antibióticos, e, por isso, têm de ser eliminados. Outra novidade diz respeito à recolha das embalagens e medicamentos fora de prazo que vai ser estendida às farmácias hospitalares.
 

 

Fonte: Diário de Notícias
 

MNI-Médicos Na Internet
 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.