Embalagens de medicamentos “"à prova de criança"

Teste realizado pelo Centro Nacional de Embalagens

13 junho 2006
  |  Partilhar:

Cerca de 200 crianças testaram e comprovaram a segurança de um fecho de embalagens de medicamentos que é mais difícil de abrir, no primeiro teste do tipo elaborado em Portugal pelo Centro Nacional de Embalagens.Mais de 90% das crianças, entre os três e os quatro anos, não conseguiu abrir a embalagem "à prova de criança", com uma abertura em que é necessário pressionar e rodar a tampa, como explicou o director do Centro Nacional de Embalagens, Joaquim Guedelha.Em cinco minutos, sem qualquer explicação, as crianças tentaram abrir a embalagem. Seguidamente, numa segunda fase, era demonstrado pelos monitores como é que se abria. Os miúdos tinham então mais cinco minutos para repetir a tentativa.Para que fosse comprovada a eficácia do teste, só deveria permitir que, na primeira fase, até 15% das crianças conseguissem abrir o medicamento e que até 20% o conseguissem na segunda fase. A eficácia do fecho das embalagens ficou provada, dado que na primeira fase do teste 94,1% das crianças não conseguiu abri-la e na segunda fase, após demonstração, 97,6% também não conseguiu. Fontes: Lusa e Público

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar