Em Moçambique 55 crianças morrem por dia por falta de condições sanitárias
21 junho 2003
  |  Partilhar:

Águas impuras e más condições sanitárias matam cerca de 55 crianças por dia em Moçambique, segundo o fundo das Nações Unidas para a infância (UNICEF).
 

 

O país detém uma das mais altas taxas de mortalidade infantil no mundo, com 246 mortes por cada mil crianças até aos cinco anos, sendo 30% destas mortes consequência da falta de acesso a água limpa, ausência de hábitos de higiene e más condições sanitárias.
 

 

Doenças como a cólera continuam a pôr em risco a vida das crianças em algumas regiões do país, com contínuos focos de epidemia principalmente nas zonas urbanas.
 

 

As condições meteorológicas adversas, que provocaram cheias nos últimos anos e um longo período de seca no ano passado, levou ao decréscimo de colheitas criando situações de fome, tendo- se a crise agravado devido à SIDA.
 

 

Fonte: Lusa
 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.