Efeitos secundários de medicamentos confundidos com demência
03 setembro 2000
  |  Partilhar:

Medicamentos utilizados no tratamento da doença de Parkinson, da depressão, alergias e enxaqueca podem causar o aparecimento de efeitos lateriais que podem ser confundidos com a demência nos idosos.
 

 

Este trabalho, conduzido na Medical University of South Carolina, em Charleston, E.U.A., foi publicado na revista Journal of the Royal Society of Medicine e difundido pela agência Reuters.
 

 

O denominador comum entre estes medicamentos é o de se tratarem de anticolinérgicos, ou seja, medicamentos que bloqueiam a acção da acetilcolina, que é um neurotransmissor entre células nervosas e entre estas e regiões alvo do corpo.
 

 

Estes medicamentos podem causar confusão mental, perda de memória, desorientação, visão turva, instabilidade na marcha e batimentos cardíacos rápidos (taquicardia). Efeitos que são mais acentuados no idoso.
 

 

Sempre que os idosos apresentam sintomas deste tipo, os médicos e familiares devem estar alerta para a possibilidade de se tratar de efeitos laterais, os quais podem levar os doentes a evitar a toma dos medicamentos. É importante referir que a retirada súbita destes medicamentos pode causar reacções adversas e que a combinação de medicamentos deste tipo também é perigosa.
 

 

Além dos medicamentos já referidos, outros que podem causar efeitos anticolinérgicos incluem alguns utilizados para a constipação e gripe, para a indigestão e para dormir.

Partilhar:
Classificações: 1 Média: 2
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.