Efeito do BPA pode perdurar algumas gerações

Estudo publicado na revista “Endocrinology”

20 junho 2012
  |  Partilhar:

A exposição a baixas doses de bisfenol A (BPA), durante a gestação, tem um efeito imediato e duradouro no cérebro e no comportamento social, sugere um estudo publicado na revista “Endocrinology”.

 

O BPA é uma substância química que pode ser encontrada em vários produtos, nomeadamente recipientes de alimentos, papel de recibos e selantes dentários, tendo sido recentemente detetado na urina e no sangue humano.

 

Estudos anteriores têm demonstrado que a exposição ao BPA pode influenciar o desenvolvimento cerebral, o que tem gerado alguma preocupação em torno da saúde pública. Por outro lado, estudos conduzidos em ratinhos concluíram que a exposição pré-natal a este composto está associada com um aumento da ansiedade, agressão e distúrbios cognitivos.

 

Para este estudo, os investigadores da University of Virginia School of Medicine, nos EUA, alimentaram ratinhos fêmeas com ou sem BPA antes do acasalamento e durante a gestação. Os níveis plasmáticos de BPA encontrados nestes animais foram semelhantes aos medidos nos humanos.

 

O estudo apurou que as crias da primeira geração, que foram expostas ao BPA no útero, interagiam menos em comparação com os animais do grupo de controlo. Os investigadores constaram que as alterações genéticas provocadas pela exposição a este químico foram mais dramáticas na primeira geração, mas algumas das alterações genéticas encontradas persistiram até à quarta geração.

 

"O BPA é um produto químico que pode ser encontrado no ar, água, alimentação, e no nosso organismo", revelou, em comunicado de imprensa, a líder do estudo, Emilie Rissman. O facto de conseguir alterar a expressão genética dos ratinhos, sendo estas alterações hereditárias, faz-nos pensar no seu potencial impacto para a saúde humana.

 

“Uma vez que a exposição ao BPA, em doses similares às encontradas nos humanos, altera as interações sociais dos ratinhos é possível que também tenha efeito no comportamento humano ao longo das gerações”, acrescentou ainda a investigadora.

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.