Educadores debateram qualidade da oferta nas creches

Encontro «Ser Bébe» reuniu dezenas de especialistas em Lisboa

17 fevereiro 2003
  |  Partilhar:

Reflectir sobre as práticas educativas e sociais da primeira infância e sobre a qualidade da oferta educativa nas creches são os temas que cerca de 700 profissionais discutiram este fim-de-semana em Lisboa.
 

 

O encontro «Ser Bébe», que se realiza pela segunda vez em dois meses e com lotação esgotada é de acordo com a Associação dos Profissionais de Educação de Infância (APEI) um espaço único de debate e reflexão profissional e científico.
 

 

Bibiana Magalhães, vice-presidente da APEI (entidade organizadora do encontro) disse em declarações à Agência que a identidade das crianças não nasce aos três anos, momento em o Ministério da Educação assume a responsabilidade da oferta educativa.
 

 

A oferta educativa para as crianças dos 0 aos 3 anos, actualmente assegurada por estabelecimentos particulares e pela rede solidária e sob a tutela do Ministério da Segurança Social, deveria ter também linhas orientadoras do Ministério da Educação.
 

 

No final do ano 2000, um relatório da OCDE indicava que o Ministério da Educação português estava ausente dos cuidados para a infância no grupo etário dos 0 aos 3 anos, contrariando assim a tendência verificada em muitos outros países europeus.
 

 

No encontro «Ser Bebé II», que decorreu no Forum Lisboa, participaram vários especialistas em conferências e debates. Também foram apresentados projectos sobre a importância dos cuidados quotidianos nas salas do primeiro berçário, o envolvimento da família no quotidiano da creche e as concepções dos educadores de infância das suas funções em creche.
 

 

Fonte: Lusa
 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.