Edema Pulmonar dos alpinistas tem origem cardíaca

Estudo realizado na Suíça

13 abril 2007
  |  Partilhar:

O Edema Pulmonar da Alta Altitude - que é, além dos acidentes, a principal causa de morte dos alpinistas - tem como origem uma malformação cardíaca benigna que pode ser corrigida preventivamente através de cirurgia, segundo um estudo efectuado por médicos suíços. Os autores do estudo, médicos do Centro Hospitalar da Universidade Valdense (CHUV) de Lausana e do Hospital da Ilha de Berna, constataram, nas pessoas com Edema Pulmonar, uma grande proporção de indivíduos que apresentavam uma Disfunção do Forame Oval, a membrana que separa as duas aurículas do coração. Aberto durante a vida fetal, o forame fecha-se geralmente nos meses seguintes ao nascimento: a partir daí, o sangue não pode passar directamente de uma aurícula para a outra e é obrigado a fazer um desvio pelos pulmões, o que lhe permite obter oxigénio. Em cerca de 25% da população o forame é chamado de "permeável": "a válvula fecha-se mal ou reabre. Esta anomalia não tem consequências na maioria dos casos", explicou Yves Allemann, Cardiologista no Hospital da Ilha de Berna. Os investigadores, que efectuaram uma experiência em altitude com 35 voluntários, pensam que sob o efeito da altitude, o forame tem uma pequena tendência para se abrir, o que provoca uma privação de oxigénio no sangue. Esta consequência é na realidade uma porta aberta para que o Edema Pulmonar, que se manifesta por uma acumulação de liquido nos pulmões. Fontes: Lusa e Imprensa Internacional MNI- Médicos Na Internet

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.