Ecstasy prejudica mais a memória do que outras drogas

Investigadores ingleses alertam para as consequências

23 junho 2002
  |  Partilhar:

Um estudo da autoria da Universidade de Cambridge e da Universidade do Este de Londres, em Inglaterra, vem revelar que os consumidores de ecstasy apresentam falhas de memória maiores dos que os que consomem outros tipos de droga.
 

 

Este estudo coincidiu com uma sugestão do governo para que este tipo de droga seja submetida a uma nova classificação. Contudo, Barbara Sahakian, do departamento de Psiquiatria da Universidade de Cambridge, considera que se trata de uma medida errada e que os resultados provam isso mesmo.
 

«A perda de memória com o uso de ecstasy levanta muitos problemas, principalmente se considerarmos que o estudo incidiu sobre o consumo a curto-prazo, e não a longo-prazo», disse.
 

 

O estudo foi feito a 40 adultos, entre os 18 e os 48 anos, que consumiam drogas tais como cocaína, LSD, cannabis e anfetaminas.
 

 

Fonte: Diário Digital
 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.