Ébola: OMS lança ensaio maciço de vacinas

Epidemia que já provocou mais de 8.000 mortos

13 janeiro 2015
  |  Partilhar:

Nas próximas semanas vai ter início um ensaio maciço das vacinas contra o Ébola nos três países mais gravemente afetados por uma epidemia que já provocou mais de 8.000 mortos, dá conta a Organização Mundial de Saúde.

 

De acordo com a notícia avançada pela agência Lusa, na Libéria, Serra Leoa e Guiné-Conacri, prevê-se que participem cerca de 37.000 pessoas nas vacinações, que constituirão a “fase 3” dos ensaios clínicos que estão agora a ser realizados (na “fase 1”) com as vacinas VSV-ZEBOV, desenvolvida no Canadá e cuja patente foi adquirida pela farmacêutica Merck, e ChAd-EBO, da britânica GSK“.

 

A terceira fase dos ensaios significará administrar as vacinas a voluntários saudáveis na área geográfica onde o vírus se está a transmitir, e isto é o que realmente provará que funcionam”, referiu a diretora-geral-adjunta da Organização Mundial de Saúde (OMS), Marie-Paule Kieny, em conferência.

 

No processo acelerado que se decidiu lançar para criar uma vacina contra o Ébola, perante a gravidade da epidemia que está a afetar a África Ocidental, a “fase 2” dos ensaios clínicos efetuar-se-á de forma paralela à “fase 3”, disse a especialista.

 

A segunda fase incluirá um maior número de pessoas do que a primeira – nos Estados Unidos, Alemanha, Reino Unido, Suíça e países africanos –, somando algumas centenas, e envolverá grupos específicos, como as crianças, que não estão expostos ao vírus.

 

A responsável da OMS disse que, para tal, a segunda fase decorrerá nos países em volta da Libéria, da Serra Leoa e da Guiné-Conacri.

 

Na semana passada a OMS convocou uma reunião, por videoconferência, de especialistas em vacinas de todo o mundo, que avaliaram os resultados preliminares dos ensaios clínicos em curso e consideraram que as duas vacinas em testes cumprem os critérios de segurança.

 

A avaliação centrar-se-á, agora, em determinar o nível de resposta imunológica que as vacinas desencadeiam no organismo dos recetores para assim adequar a dose.

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.
 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.