É urgente implementar um novo modelo de intervenção para apoiar as vítimas de AVC

Alerta dado pela Associação Nacional AVC

31 março 2015
  |  Partilhar:

De acordo com dados divulgados pela Associação Nacional AVC, “seis portugueses sofrem um acidente vascular cerebral por hora, resultando em duas a três mortes” e 85% da população portuguesa encontra-se em risco de vir a sofrer um AVC pelo seu estilo de vida, maus hábitos alimentares, sedentarismo ou consumo de tabaco.


Em comunicado à agência Lusa, Clara Fernandes, Presidente da Associação Nacional AVC afirma que “estes números refletem um cenário preocupante e que necessita de uma atuação urgente por parte do Governo do ponto de vista da prevenção e sensibilização para os fatores de risco do AVC. É imperativamente necessário refletir e operacionalizar uma política eficiente e concertada inclusive com a única associação nacional de doentes para em conjunto diminuirmos esta enfermidade”.


Segundo a associação, “o número de sessões comparticipadas pelo Ministério da Saúde é inegavelmente insuficiente e, em grande parte, de discutível qualidade. Além disso, à exceção de Alcoitão e do Centro de Reabilitação do Norte, não existem unidades de reabilitação e de promoção da autonomia com condições de excelência e específicas para estes doentes”.


A propósito do Dia Nacional do AVC, que se assinala hoje, Clara Fernandes explica que “existe uma realidade alarmante quando olhamos para as famílias de um doente de AVC, muitas delas com dificuldades em proporcionar um contexto digno e humano ao seu familiar”.


“Temos cuidadores que acolhem no seu seio doentes dependentes com muitas vulnerabilidades sociais, económicas e psicológicas. Contextos com carência de alimentos e medicação e com um acompanhamento médico altamente deficitário”, sublinhou.


ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.