"E se precisasse de uma ambulância e esta estivesse ocupada numa chamada falsa?"

INEM lança campanha contra chamadas falsas para o 112

20 novembro 2007
  |  Partilhar:

 

A linha telefónica de emergência 112 recebeu, em média, 66 chamadas falsas por dia no ano passado, uma realidade que pode custar vidas e que o INEM quer combater com uma campanha de sensibilização que apresentada segunda-feira.  

 

"E se precisasse de uma ambulância e esta estivesse ocupada numa chamada falsa?" é a frase que dá o mote à campanha do Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM) que vai passar a ser emitida na televisão, rádio e cinemas, sensibilizando a população para usar o 112 apenas em casos de emergência.  

 

Todas as chamadas feitas para o 112 que envolvam feridos ou doentes são transferidas pela PSP para os Centros de Orientação de Doentes Urgentes (CODU) do INEM, mas apesar da triagem feita pela polícia são recebidas milhares de chamadas falsas.  

 

Só em 2006, os centros do INEM receberam 24.281 falsos alertas, que motivaram a saída desnecessária de 8.948 ambulâncias. Em média, todos os dias são activadas 25 viaturas médicas para situações falsas.  

 

Fonte: Lusa  

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar