Drogas "leves" podem causar problemas vasculares graves

Posição defendida pelo investigador Armando Mansilha

06 maio 2007
  |  Partilhar:

 

O uso de drogas "leves", como o haxixe, causa graves problemas vasculares, podendo conduzir à amputação de membros ou mesmo à Isquemia Crónica (morte celular contínua), defendeu recentemente o investigador português Armando Mansilha.  

 

O professor e investigador da Faculdade de Medicina do Porto e coordenador do European Registry of Training Centers defendeu que o consumo daquelas substâncias actua "de forma lenta mas progressiva", provocando "toxidade vascular indirecta".  

 

O especialista sublinhou que não são apenas as drogas chamadas pesadas, como a heroína ou a cocaína, que provocam doenças de foro vascular, mas também as apelidadas de "leves" e as sintéticas, como o ecstasy.  

 

Por outro lado, um painel de especialistas em toxicodependências argumentou recentemente que a sociedade portuguesa tende a tolerar o consumo das drogas "leves" como o haxixe, equiparando-o ao vício de fumar tabaco ou considerando-o mesmo menos prejudicial.  

 

Fonte: Lusa  

MNI- Médicos Na Internet

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.