Dormir no sofá pode ser mortal para os bebés

Estudo publicado na revista “Pediatrics”

16 outubro 2014
  |  Partilhar:

Um dos locais mais perigosos para um bebé dormir é o sofá. O estudo publicado na revista “Pediatrics” refere ainda que estas mortes são mais comuns nos bebés que partilham o sofá com alguém ou que foram expostas ao fumo do tabaco durante a gravidez.
 

De forma a chegarem a estas conclusões, os investigadores dos Hospitais Children’s Mercy, nos EUA, analisaram os dados, recolhidos entre 2004 e 2012, de mortes associadas ao sono de 7.934 bebés com menos de um ano de idade.
 

O estudo apurou que 12% das mortes tinham ocorrido enquanto os bebés dormiam no sofá. Comparativamente com os bebés que tinham falecido enquanto dormiam noutros locais, os que morreram no sofá apresentavam um risco cerca de duas vezes maior de morrerem por sufocação ou estrangulação. Entre estes bebés, 40% morreu por sufocação ou estrangulação, 36% faleceu de causa indeterminada e 24% morreu devido à síndrome de morte súbita.
 

Os investigadores constataram também que os bebés que morriam nos sofás tinham uma probabilidade duas vezes maior de estarem a dormir com um adulto. “Em cerca de 90% das mortes ocorridas no sofá, os bebés estavam a partilhá-lo com um adulto. Com um espaço tão pequeno e com a probabilidade de a criança ter sido colocada entre o adulto e as almofadas, não é difícil imaginar que uma criança possa ficar acidentalmente sufocada", revelou, em comunicado de imprensa, um dos autores do estudo, Jeffrey Colvin.
 

Os bebés que morreram no sofá tinham uma probabilidade seis vezes maior de estarem a dormir num local novo, comparativamente com os bebés que morreram por outras causas. “Este não era o local de sono habitual da criança. Isto levanta a possibilidade de que o sofá foi provavelmente utilizado para uma sesta”, referiu o investigador.
 

"Os bebés muitas vezes acabam por dormir no sofá, porque um dos pais está a tentar alimentá-lo sem perturbar o outro progenitor, ou pensam que vão ver um pouco de televisão mas acidentalmente adormecem de exaustão ", referiu Cigal Shaham do Centro Médico de Cedars-Sinai. De acordo com a médica, os pais devem reconhecer os seus limites de forma a evitarem adormecer acidentalmente. “Os pais têm de ter consciência da sua exaustão”, acrescentou.
 

"A mensagem para os pais é que o sofá é um lugar inerentemente perigoso para uma criança dormir. Um local de sono inseguro é inseguro quer seja de noite ou dia, ou se o adulto está acordado ou dormir ", conclui Jeffrey Colvin.
 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.