Dormir mais pode ajudar a emagrecer

Poucas horas de sono aumentam os riscos de obesidade

07 julho 2004
  |  Partilhar:

Uma hora a mais na cama todas as noites pode ajudar a perder de peso. Não acredita, então leia. Ao longo de 13 anos, um grupo de investigadores pelo Instituto Nacional de Saúde Mental dos Estados Unidos acompanhou quase 500 adultos, com idades entre 27 e 40 anos. Nesse período, a média de sono caiu de 7,7 horas para 7,3 horas entre as mulheres, e de 7,1 horas para 6,9 horas entre os homens. Também nesse período, os voluntários engordaram uma média de dois quilos e meio. E os que engordaram mais dormiam menos de seis horas por noite.O estudo revelou que uma substância química libertada durante o sono, a leptina, controla a gordura do corpo emitindo sinais de que estamos alimentados. No artigo publicado na revista Sleep, os especialistas sugerem que provavelmente dormir pouco afecta as hormonas que ajudam a queimar as calorias durante o dia.Para o líder do estudo, Gregor Hasler, uma possível explicação para o facto é que quanto mais tempo as pessoas ficam acordadas, maior é a probabilidade de comerem.Outro especialista, Sanjay Patel, da Harvard Medical School, disse, no entanto, ser sabido que várias substâncias químicas e hormonas desempenham um papel importante no controlo do apetite e no aumento do peso. «E elas podem ser bastante alteradas se diminuir o tempo de sono em uma hora ou duas», explicou o cientista à BBC. Segundo Patel, estudos anteriores demonstraram que os níveis de leptina são significativamente reduzidos em voluntários privados de sono. E, segundo o cientista, os níveis baixos de leptina aumentam o impulso de comer. Traduzido e adaptado por:Paula Pedro MartinsJornalistaMNI-Médicos Na Internet

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.