Dormir a sesta protege o coração e prolonga a vida

Estudo publicado na “Archives of Internal Medicine”

18 fevereiro 2007
  |  Partilhar:

 

Dormir uma sesta três vezes por semana pode ser benéfico para o coração e reduzir a mortalidade provocada por Doenças Cardiovasculares, sobretudo nos homens, segundo um estudo efectuado na Grécia e publicado nos EUA.
 

 

Os resultados do estudo mostram que os indivíduos que dormem regularmente a sesta, no mínimo durante 30 minutos três vezes por semana, têm uma taxa de mortalidade resultante de Doenças Cardiovasculares 37% inferior aos que não o fazem, indicam os investigadores da Harvard Medical School, em Boston, e da Universidade de Medicina de Atenas.
 

 

O estudo incidiu sobre 23.681 homens e mulheres residentes na Grécia.
 

"A mensagem para o público é clara: se puder dormir a sesta, não hesite", indica o professor Dimitrios Trichopoulos, um dos autores do estudo publicado na revista americana Archives of Internal Medicine.
 

 

A sesta a meio da tarde permite descarregar o stress acumulado nos indivíduos sem problemas de saúde, havendo já inúmeros estudos médicos que estabelecem uma ligação entre os efeitos nefastos do stress e a incidência da mortalidade resultante de Doenças Cardiovasculares. Os efeitos aparentemente protectores desta prática, tradicional nos países mediterrânicos, foram sobretudo notados em homens activos profissionalmente. O benefício é inferior nos homens inactivos, maioritariamente reformados, sublinha Androniki Naska, principal autor deste trabalho.
 

 

Entre as mulheres activas os resultados não foram esclarecedores e não há ainda qualquer conclusão definitiva.
 

 

Fontes: Lusa e Imprensa Internacional
 

MNI- Médicos Na Internet

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.