Dores nas costas afectam mais de 50% das grávidas

Alerta da campanha “Olhe pelas Suas Costas”

10 maio 2011
  |  Partilhar:

A campanha “Olhe pelas Suas Costas” alerta para os problemas de dores nas costas que podem surgir durante a gravidez, na maioria das vezes associados a um estilo de vida sedentário, uma vida urbana de stress e posturas incorrectas.

 

De acordo com Paulo Pereira, coordenador nacional da campanha, em comunicado, “o aumento substancial do volume e do peso no abdómen e na região mamária acciona mecanismos compensatórios de equilíbrio, que se manifestam numa ligeira inclinação do tronco para trás. Estes mecanismos envolvem um esforço adicional dos músculos dorsais e lombares. E é este esforço que, quando realizado por grávidas mal preparadas fisicamente, pode originar dores nas costas”.

 

Entre 50 a 75% das mulheres sofrem de dores nas costas em algum momento da gravidez, refere o mesmo comunicado. “De modo a evitar estas dores é importante que, antes do aumento de volume e peso da grávida, exista uma preparação muscular e postural que deverá depois ser mantida durante todo o período da gravidez. É importante que as mulheres grávidas pratiquem exercício regularmente, trabalhando com maior incidência os músculos abdominais e dorso-lombares”.

 

Os especialistas relembram ainda que o exercício físico deve acompanhar o quotidiano de uma mulher mesmo depois da gravidez, “pois o esforço muscular adicional continuará a manifestar-se quando transportar o filho ao colo”.

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.