Dor na Criança - Guia de atitudes e procedimentos

Instituto de Apoio à Criança apresenta manual

16 abril 2006
  |  Partilhar:

 

O manual “Dor na Criança - Guia de atitudes e procedimentos” foi recentemente lançado em Lisboa, uma iniciativa do Instituto de Apoio à Criança (IAC), com o apoio da Fundação Calouste Gulbenkian.
 

 

Os profissionais de saúde que lidam com crianças gravemente doentes estão sempre atentos, "de forma consciente", à minimização da dor, acredita Fernando Vasco, coordenador editorial da obra. Mas já "nos casos menos complicados, nas tarefas mais corriqueiras do dia-a-dia", como o ministrar a vacina ou a injecção, "isso não está tão presente".
 

 

Este guia, que é uma tradução para português da publicação de uma associação francesa, tem como objectivo chegar a todos os que trabalham na área da saúde com crianças. O livro tem formato de bolso, para ser aí mesmo que os profissionais possam trazê-lo, diz Fernando Vasco, médico de saúde pública.
 

 

A publicação, a primeira do género no país, segundo o IAC, sugere métodos de avaliação, medição e registo da dor - qual pode ser a intensidade do sofrimento de um recém-nascido que apresenta "sobrancelhas franzidas, lábios cerrados, queixo enrugado", por exemplo? E propõe formas de atenuá-la, com e sem a utilização de fármacos.
 

 

Fonte: Público
 

MNI- Médicos na Internet
 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.