Dois medicamentos para emagrecer comercializados em Portugal aumentam risco de Depressão e Ansiedade

Estudo da University of Alberta

19 novembro 2007
  |  Partilhar:

 

Um estudo realizado no Canadá revela que dois medicamentos usados para emagrecer, comercializados em Portugal, aumentam o risco de reacções adversas do foro psiquiátrico, como a Depressão e a Ansiedade.
 

 

O estudo da University of Alberta no Canadá e realizado para avaliar a eficácia a longo prazo de dois fármacos usados no tratamento da obesidade e do excesso de peso - orlistato e sibutramina - demonstrou que estes fármacos só permitem uma pequena perda de peso de menos de cinco quilos, provocando um aumento do risco de problemas de humor, como a Depressão e a Ansiedade.
 

 

Segundo fonte oficial do INFARMED (Autoridade Nacional do Medicamento e Produtos de Saúde), "apenas a sibutramina e o orlistato se encontram à venda em Portugal", mas que, de qualquer forma, "todos os efeitos secundários que tenham sido observados estão descritos nos resumos dos medicamentos", estando por isso os pacientes informados.
 

 

Fontes: Lusa e Infarmed
 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.