Doentes de AVC tratados em unidades especializadas aumentaram de forma significativa

Relatório divulgado pelo coordenador nacional das doenças cardiovasculares

30 setembro 2010
  |  Partilhar:

O número de doentes com acidente vascular cerebral (AVC) tratados em unidades especializadas "aumentou de forma significativa" na sequência da implantação da Via Verde AVC, afirmou o coordenador nacional das doenças cardiovasculares, Rui Cruz Ferreira, em entrevista à agência Lusa. A conclusão faz parte de um relatório da actividade hospitalar relativa à Via Verde Coronária e à Via Verde AVC.

 

Segundo o responsável, "nos últimos anos, a taxa de mortalidade por enfarte agudo do miocárdio reduziu-se de 12 para cerca de 10%, o que traduz um maior número de doentes submetidos a terapêuticas específicas e em tempo adequado".

 

Quanto maior for o número de doentes encaminhados para os sítios certos e com tempos de evolução reduzidos, "maior será a redução da mortalidade por enfarte do miocárdio", sublinhou também o coordenador nacional.

 

"No caso do acidente vascular cerebral, além da redução da mortalidade - que ainda não é tão evidente - podemos falar de uma diminuição das sequelas funcionais do próprio AVC, que é um objectivo importante, embora mais difícil de quantificar porque não é um número com uma evolução claramente identificável", acrescentou.

 

Segundo o relatório, os indicadores da área cardiovascular dos hospitais nacionais relativos a 2009 mostram o aumento do número de doentes admitidos em Unidade Coronária (10.644 em 2007, 16.020 em 2008 e 17.172 em 2009), bem como dos doentes admitidos nestas unidades pela Via Verde (453 em 2007, 717 em 2008 e 884 em 2009). A admissão de doentes nas Unidades de AVC evoluiu de 3.410 em 2007 para 7.826 em 2009, sendo que 1.693 entraram no sistema através da Via Verde.

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.