Doente com Enfarte do Miocárdio recebe terapia celular inédita

Intervenção realizada no Hospital Jackson Memorial de Miami

21 abril 2008
  |  Partilhar:

Um homem de 56 anos, de origem cubana e que tinha sido sofrido um Enfarte do Miocárdio, tornou-se o primeiro doente do mundo a receber uma injecção de células-estaminais mesenquimatosas da medula óssea da sua anca, numa intervenção realizada na semana passada no Hospital Jackson Memorial de Miami (UM), nos Estados Unidos.
 

 

Rodolfo Hernández participou na primeira fase do estudo que visa tratar 45 doentes e determinar se as células-estaminais reparam o tecido cardíaco de pessoas que sofreram Enfartes do Miocárdio.
 

 

Joshua M. Hare, director do Instituto Interdisciplinário de Células-estaminais da Miami University, explicou que, no caso de Hernández, "o primeiro a nível mundial", as células da sua medula óssea foram recolhidas há seis meses. "Conseguimos que as células crescessem em laboratório. No final da cirurgia, injectámo-las na zona do coração que tinha ficado lesionada".
 

 

Fontes: Lusa e Imprensa Internacional
 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.