Doenças já erradicadas poderão reaparecer no Sul da Europa

Opinião do presidente da AMI

11 abril 2007
  |  Partilhar:

 

No prazo de 50 a 100 anos os países do Sul da Europa poderão voltar a ser atingidos por doenças já erradicadas, como a malária, devido ao previsível aumento da temperatura, alertou o presidente da Assistência Médica Internacional (AMI).
 

 

De acordo com Fernando Nobre, países como Portugal, Espanha, Itália e Grécia poderão ter que voltar a conviver com a Malária, erradicada de Portugal em 1950, e a Dengue, ambas Doenças Tropicais veiculadas pelos mosquitos, devido ao aquecimento global.
 

 

O fundador da AMI falava no Hospital de Faro durante a palestra "Emergências sanitárias - investir em saúde para um futuro mais seguro", organizada em parceria com a Administração Regional de Saúde no âmbito da comemoração do Dia Mundial da Saúde.
 

 

Segundo o médico, a Malária voltará "seguramente" a afligir os países do Sul da Europa e talvez o Dengue, bastando para tal que a temperatura aumente aos níveis que se prevê e que se encontrem mosquitos no território. "Tudo aponta para que a Europa volte a conhecer esse tipo de doenças e por isso é preciso formar os médicos para que voltem a estar atentos a patologias que já desapareceram", afirmou.
 

 

Fonte: Lusa
 

MNI- Médicos na Internet

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.