Doenças genéticas: IPATIMUP utiliza tecnologia inovadora

Diagnóstico é conseguido em apenas três semanas

03 abril 2012
  |  Partilhar:

O Instituto de Patologia e Imunologia Molecular da Universidade do Porto (IPATIMUP) é a primeira instituição em Portugal a utilizar uma tecnologia inovadora que é capaz de diagnosticar doenças genéticas em apenas três semanas.

 

“O novo aparelho permite (…) reduzir o tempo de resposta dos diagnósticos genéticos, que demoravam entre dois meses a um ano, para apenas duas a três semanas, e também auxiliar no diagnóstico de doenças genéticas complexas que até hoje a tecnologia não conseguia dar resposta”, dá conta uma nota de imprensa da Universidade do Porto, à qual a agência Lusa teve acesso.

 

O aparelho inovador chegou ao IPATIMUP em agosto do ano passado, tendo permanecido em fase de validação e otimização de testes genéticos até final de 2011.

 

O IPATIMUP é um laboratório associado, com 23 anos de existência, e instalado na Universidade do Porto. Este ano o laboratório foi considerado o oitavo centro de investigação mundial mais influente no campo da medicina legal e ciências forenses, sendo assim distinguido com o prémio Seed of Science Especial .

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.