Doenças da próstata estão a aumentar em Portugal
14 maio 2002
  |  Partilhar:

As doenças da próstata estão a aumentar em Portugal, estimando-se que em 2000 se tenham registado 130 mil casos de cancro, o segundo mais mortal nos homens e para o qual não existe prevenção específica.
 

 

Este cenário foi traçado à Agência Lusa pelo presidente da Associação Portuguesa de Urologia, que promove quinta-feira uma conferência de imprensa para assinalar o Dia da Próstata e debater questões como medicação, intervenções cirúrgicas e listas de espera para tratar estas doenças.
 

 

O diagnóstico precoce e o tratamento são fundamentais para debelar aquele que é o segundo cancro em prevalência e mortalidade nos homens a seguir ao do pulmão, na medida em que actualmente "não há muito a fazer" em termos de prevenção, explicou Manuel Mendes Silva.
 

 

De acordo com o médico, em 1995 contabilizaram-se 1500 mortes por cancro da próstata, um número que subiu para 1700 em 1999. As estimativas apontam ainda para que em 2000 existissem 130 mil homens com cancro da próstata, o que representa 2,6% da população masculina.
 

 

Neste momento a única coisa que se faz é "algum aconselhamento" à população masculina acima dos 50 anos, no sentido de ter o cuidado de comer determinadas vitaminas e oligoelementos e de fazer o diagnóstico precoce.
 

 

Fonte: Lusa
 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.