Doenças comportamentais devem ser prevenidas na escola

Universidade do Minho envia documento ao Governo

11 abril 2010
  |  Partilhar:

Investigadores da Universidade do Minho defendem a necessidade de criação de um plano nacional de prevenção escolar para as doenças relacionadas com os comportamentos.

 

Os investigadores liderados por José Precioso, do Instituto de Educação, solicitam ainda a criação de uma disciplina de Educação para a Saúde (EpS), e chamam a atenção para áreas como a da transversalidade, necessidade de formação de professores, diagnóstico precoce e tratamento, envolvimento dos pais e formação parental.

 

No documento enviado ao Governo, a que a agência Lusa teve acesso, os investigadores propõem a criação de um observatório de EpS e de um grupo de trabalho para organizar a disciplina e para melhorar a cooperação entre os serviços de saúde e a escola.

 

No documento, intitulado "A Necessidade de Revitalizar e Reorganizar a Saúde Escolar - Prevenir, diagnosticar, encaminhar e tratar", foi emitido um parecer com propostas para a construção do Plano Nacional de Saúde 2011/2016, traduzidas em dez medidas para ajudar a revitalizar e a implementar a Educação para a Saúde na Escola.

 

O estudo refere que "é preciso organizar a EpS para que todos os alunos sejam ‘vacinados’, por exemplo, contra o tabagismo, o alcoolismo, as drogas, o sedentarismo, na idade certa, e lhes sejam ministrados os ‘reforços ao longo do ciclo escolar’".

 

É reforçado ainda que "a significativa prevalência de comportamentos de risco nos adolescentes, como o consumo de tabaco, de bebidas alcoólicas, de drogas ilícitas e os casos de obesidade, exige uma actuação de diagnóstico precoce e tratamento".

 

"A escola - e os seus intervenientes, dos quais se destaca o papel dos professores - é um local privilegiado para detectar, referenciar e encaminhar", acrescentam.

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A
 

 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.