Doença de Parkinson: descoberto novo fator

Estudo publicado na revista “Nature Communications”

14 janeiro 2016
  |  Partilhar:
Investigadores americanos descobriram um novo defeito celular nos pacientes com doença de Parkinson idiopática, tendo identificado a sequência de eventos patológicos que podem desencadear ou acelerar a morte prematura de determinados neurónios no cérebro, revela um estudo publicado na revista “Nature Communications”.
 
O estudo levado a cabo pelos investigadores da Escola de Medicina da Universidade de Boston, nos EUA, poderá ajudar a um melhor conhecimento desta doença neurodegenerativa que afeta o movimento e outras funções vitais. Apesar dos avanços na compreensão das causas das formas familiares da doença, a forma idiopática e a mais prevalente da doença de Parkinson é ainda um mistério.
 
Os investigadores, liderados por Victoria Bolotina, constataram que as células dos pacientes com doença de Parkinson idiopática apresentavam um defeito, até à data desconhecido, na função de uma proteína específica, a PLA2g6, que conduz à disfunção da homeostasia do cálcio e que pode determinar se as células sobrevivem ou morrem.
 
“A disfunção idiopática ou genética da sinalização do cálcio desencadeia uma sequência de eventos patológicos conduzindo à disfunção autofágica, perda progressiva de neurónios dopaminérgicos e falhas associadas à idade das funções motoras vitais típicas da doença de Parkinson”, revelou, em comunicado de imprensa, a investigadora.
 
Victoria Bolotina conclui que a descoberta deste novo mecanismo e a capacidade de mimetizar a patologia num novo modelo genético abre novas oportunidades para encontrar uma cura para esta doença neurodegenerativa devastadora.
 
ALERT Life Sciences Computing, S.A.
Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.