Doença de Alzheimer pode ser travada pelas estatinas

Estudo publicado no Neurology Neurosurgery and Psychiatry

22 novembro 2005
  |  Partilhar:

Uma classe de medicamentos indicada para a redução do colesterol demonstrou ter capacidade para ajudar a atrasar a progressão da doença de Alzheimer. Segundo um estudo divulgado pelo jornal Neurology Neurosurgery and Psychiatry, as estatinas podem abrandar o declínio cognitivo característico da doença e ainda ter um efeito neuro-protectivo. Este trabalho reforça a ideia já difundida em vários estudos científicos de que os níveis elevados de colesterol podem desempenhar um papel importante na progressão da doença de Alzheimer. MNI-Médicos Na Internet

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.