Doença das vacas loucas: 971 casos detectados desde 1990

Variante humana afecta 12 pessoas por ano

13 julho 2005
  |  Partilhar:

 

 

 

 

As autoridades sanitárias detectaram, desde 1990 até agora, 971 casos de bovinos afectados por encefalopatia espongiforme, a doença das vacas loucas ou BSE. A detecção foi sobretudo obtida através do controlo em matadouros, por análises sistemáticas aos animais. Os casos positivos têm vindo a decrescer, dado que o efectivo pecuário bovino conta com cada vez menos exemplares que foram alimentados com farinhas contaminadas.
 

 

A maior percentagem de animais com a doença das vacas loucas afectou explorações de Entre-Douro-e-Minho e a Beira Litoral. Estas duas regiões registaram 84% dos casos em Portugal desde há 11 anos, quando foram introduzidas as análises sistemáticas ao gado abatido. Os dados foram apresentados esta semana em Lisboa durante um seminário sobre Segurança Alimentar.
 

 

Segundo o sub-director geral de Veterinária, o risco existente em Portugal está associado sobretudo a animais com mais de nove anos. É que, em 1998 foi completamente interdito o uso de farinha de origem animal nas rações. O nosso país, no entanto, conta ainda com uma parcela do efectivo para produção leiteira envelhecido, chegando a haver vacas com 30 anos.
 

 

Foi, entretanto, já validado por um especialista inglês o diagnóstico, com base laboratorial, da doença Kreuzfeldt-Jacob numa criança portuguesa, disse o sub-director- geral de Saúde, Francisco George. Trata-se do primeiro caso em Portugal associado ao consumo de carne de vaca que sofria de BSE. Esse consumo deverá ter ocorrido antes de 1998. Esta é uma das quatro formas assumidas pela doença de Kreuzfeldt-Jacob e atinge sobretudo jovens. Com as outras três formas registam-se, em Portugal, todos os anos cerca de 12 casos.
 

 

Fonte: Jornal de Notícias
 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.