Doença Bipolar leva à perda de tecido cerebral

Estudo publicado no "Journal of Biological Psychiatry"

27 setembro 2007
  |  Partilhar:

Os doentes bipolares sofrem perdas de tecido cerebral nas áreas que controlam a memória, o reconhecimento facial e a coordenação, segundo um estudo desenvolvido no Reino Unido e publicado no "Journal of Biological Psychiatry".
 

 

Na investigação da University of Edinburgh, Reino Unido, foram examinados cérebros de 20 pacientes com perturbação bipolar e outros tantos de voluntários sem a doença. Os resultados mostraram que há sempre, ao longo do tempo, perda de uma pequena quantidade de tecido cerebral, o que suporta a ideia de que a função cognitiva está debilitada nos pacientes bipolares de meia-idade.
 

 

Mas a perda de massa cinzenta é maior entre os doentes bipolares e, de entre estes, as maiores perdas foram registadas nos que sofreram mais episódios de Euforia e Depressão.
 

 

O coordenador da investigação, Andrew Mcintosh, referiu, no entanto, que o estudo não mostrou se estas perdas são causa ou consequência da doença.
 

 

Fontes: Lusa e Imprensa Internacional
 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.