Doença Bipolar: Crises aumentam produção de radicais livres

Estudo apresentado revista "Psychiatry Research"

07 novembro 2007
  |  Partilhar:

 

O Doença Bipolar pode desencadear uma série de doenças não-psiquiátricas devido à deterioração do ADN, refere um estudo brasileiro publicado na revista "Psychiatry Research", o qual sugere uma mudança no tratamento.
 

 

O estudo, liderado por Flávio Kapczinski, mostra que os danos no ADN são produzidos devido ao mau funcionamento das mitocôndrias (as estruturas responsáveis por processar a energia da célula) o que conduz a uma maior produção de radicais livres.
 

Radicais livres pertencem a uma classe de moléculas extremamente reactivas, que causam danos no ADN, através da oxidação.
 

Para avaliar o grau de pressão da Depressão Bipolar sobre o ADN, Kapczinski usou técnicas semelhantes às que medem o efeito da radiação nos cromossomas. A emissão de moléculas oxidantes revelou-se a causa de um fenómeno já conhecido: o alto índice de doenças vasculares entre pacientes bipolares.
 

 

"O endotélio [tecido dos vasos sanguíneos] é muito sensível à toxicidade, seja ela por oxidação ou por outro tipo", afirmou o cientista, acrescentando ser o stress oxidativo o principal responsável pelo envelhecimento acelerado, e, por isso, a uma maior prevalência de doenças relacionadas ao processo natural de envelhecimento.
 

 

Segundo Kapczinski, a descoberta reforça a importância de antecipar o tratamento. A rapidez em diagnosticar e tratar também ocorre porque entre os problemas causados pelo stress oxidativo está a morte de neurónios em áreas importantes para a consciência. "Se o indivíduo tem um ou dois episódios [crises da doença bipolar] e começa a ser tratado (medicado), ele tem probabilidades muito boas de nunca mais ter episódios na vida", afirma o cientista, acrescentando, no entanto, que a medicação não restaura o sistema nervoso. Aos cientistas procuram agora saber se o uso de antioxidantes poderá ajudar na recuperação dos danos celulares.
 

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.
 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.