Doação de cabelo à Liga Portuguesa Contra o Cancro

Disponibilizadas 50 cabeleiras

22 setembro 2015
  |  Partilhar:
A Liga Portuguesa Contra o Cancro (LPCC) vai disponibilizar 50 cabeleiras a todos os doentes oncológicos que precisem, que resultaram de doações de cabelo e de um investimento de 20 mil euros para a criação das mesmas.
 
De acordo com o presidente da LPCC, Francisco Cavaleiro Ferreira a iniciativa de doar cabelo foi “uma ação espontânea e individual de algumas pessoas”, tendo assumido maior impacto depois de uma partilha na internet.
 
“Alguém divulgou de forma simples que estávamos a receber doações e, rapidamente, começámos a receber com bastante frequência pequenas mechas e tranças” de cabelo, disse o presidente da LPCC, em resposta à agência Lusa.
 
Neste momento, a instituição pretende “travar as doações e esta iniciativa”, explicando que não precisa de mais cabelo natural, uma vez que as cerca de 50 cabeleiras “são suficientes para colmatar as necessidades dos doentes oncológicos” apoiados pela LPCC e o objetivo é que sejam reutilizadas ao longo do tempo.
 
Um pouco por todo o país, foram várias as pessoas que contribuíram para esta causa. A LPCC não tem contabilizado o número total de doações, “uma vez que se tratou de uma iniciativa espontânea, não foi contabilizada desde início”, contudo o presidente Francisco Cavaleiro Ferreira considerou que “a generosidade dos portugueses para com a LPCC tem sido inexcedível”.
 
A trabalhar na área das medicinas de cuidados complementares em Leiria, Ana Mendes, de 46 anos, quis “doar o cabelo no sentido de poder estar a ajudar alguém a sentir-se melhor”, mas não se ficou apenas pela doação.
 
Em julho de 2014, criou a página de Facebook “Doar Cabelo” para poder “sensibilizar outras pessoas a fazer o mesmo”, divulgando informação de onde e quais os requisitos para doar e partilhando testemunhos de pessoas que doaram.
 
Ana Mendes ficou surpreendida com a adesão que a página teve no início, contando que “numa semana mais de mil pessoas aderiram”. Neste momento, a página tem mais de 3.300 seguidores.
 
De acordo com o presidente da LPCC, as doações de cabelo foram reencaminhadas para uma fábrica própria para produzir cabeleiras naturais.
 
“O valor de uma peruca de cabelo verdadeiro pode ir, sem ser através da LPCC, até mil euros”, explicou Francisco Cavaleiro Ferreira.
 
A instituição investiu 20 mil euros para a criação de cerca de 50 cabeleiras ao dispor de todos doentes oncológicos. Neste momento, a LPCC já tem cerca de 20 cabeleiras produzidas e disponíveis, as restantes ficarão prontos antes do final do ano, informou.
 
A LPCC garante o acesso gratuito a uma cabeleira para os doentes oncológicos que demonstrem não ter capacidade financeira para a adquirir.
 
ALERT Life Sciences Computing, S.A.
Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.