Distúrbios de humor comuns em mulheres com ovários poliquísticos

Estudo publicado na “Fertility and Sterility”

16 fevereiro 2009
  |  Partilhar:

Um estudo, publicado na “Fertility and Sterility”, revela que a prevalência de depressão e ansiedade em pacientes com síndrome de ovário poliquístico é alta e exige exames de rastreio e tratamentos agressivos.
 

 

Num estudo anterior, a Dra. Anuja Dokras e os seus colaboradores, da University of Pennsylvania, já tinham identificado altas taxas de depressão em mulheres com esta síndrome. Com o objectivo de determinar a persistência de distúrbios de humor e a incidência de novos distúrbios, estes investigadores contaram com a participação de 60 das 103 mulheres que tinham participado no estudo anterior.
 

 

Os cientistas verificaram que a prevalência de depressão tinha aumentado em cerca de 40% das mulheres. Entre estas, 15% apresentavam síndrome de pânico ou outros distúrbios de ansiedade e 23% revelavam ingestão alimentar compulsiva.
 

 

O estudo revelou ainda que aparecerem onze novos casos de depressão e que, nas 20 mulheres às quais tinha sido diagnosticada uma depressão, esta ainda prevalecia, apesar dos tratamentos em curso.
 

 

Em declarações à agência Reuters Health, os autores deste trabalho aconselham a que as mulheres com síndrome de ovário poliquístico sejam referenciadas para consultas de dermatologia e aconselhamento de perda de peso, dado que o hirsutismo, a acne e o excesso de peso associados a esta síndrome poderão contribuir para os problemas emocionais.
 

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.
 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.