Distúrbio de ansiedade dispara com proibição do casamento gay

Estudo publicado no “American Journal of Public Health”

09 março 2010
  |  Partilhar:

Num estudo publicado no “American Journal of Public Health”, investigadores norte-americanos deram nota de um aumento dos distúrbios psiquiátricos em homossexuais residentes em estados onde é proibido o casamento entre pessoas do mesmo sexo.

 

No estudo, liderado por Deborah Hasin, da Columbia University Medical Center, em Nova Iorque, foram avaliados dados de um inquérito nacional epidemiológico sobre o consumo de álcool e condições associadas. Os participantes foram entrevistados inicialmente em 2001-2002 e novamente em 2004-2005, altura em que foi avaliada a sua orientação sexual.

 

Em 2004-2005 foram aprovadas em vários estados norte-americanos emendas constitucionais que proibiram o casamento entre homossexuais.

 

"Para aferir o impacto da discriminação institucional na saúde mental, investigámos se os homossexuais que vivem em estados que instituiriam emendas constitucionais de proibição do casamento entre homossexuais, em 2004-2005, evidenciaram um aumento das taxas de distúrbios psiquiátricos entre a primeira fase e a segunda fase do inquérito", referem os investigadores.

 

Entre os participantes do estudo que vivem nesses estados, a prevalência de distúrbios de humor, distúrbio de ansiedade generalizada e abuso de álcool aumentou significativamente entre as duas fases do inquérito. Por exemplo, o distúrbio de ansiedade generalizada registou uma subida de mais de 200%. A prevalência de distúrbios psiquiátricos também aumentou ligeiramente entre os entrevistados heterossexuais mas numa escala muito menor do que entre os homossexuais, refere a nota enviada à imprensa.

 

"Antes deste estudo, pouco se sabia sobre o impacto social da discriminação institucional na comunidade homossexual e bissexual", disse a investigadora, acrescentado que este trabalho "destaca a importância da abolição de formas institucionais de discriminação, incluindo as que conduzem a disparidades na saúde mental e no bem-estar das pessoas."

 

A discriminação institucional é caracterizada pela imposição de condições sociais por parte do Estado, o qual limita oportunidades a grupos socialmente minoritários.

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.