Dispositivo pode prevenir 40 mil mortes anuais por quedas

Comunicado da Comissão Europeia

18 junho 2013
  |  Partilhar:

Um dispositivo que deteta a eventual queda de um idoso e alerta os serviços de emergência poderá ajudar a prevenir anualmente 500.000 hospitalizações e 40.000 mortes prematuras causadas por quedas na Europa, de acordo coma Comissão Europeia (CE).
 

A notícia avançada pela agência Lusa refere que, este dispositivo denominado por Vigi’Fall, é um biossensor que se prende, através de um adesivo médico, ao corpo do idoso e que, juntamente com uma série de outros sensores colocados nas paredes da casa, deteta e analisa a natureza da queda e a postura do paciente, alertando de imediato a família ou uma equipa de emergência em caso de necessidade.

 

"Estima-se que mais de 20 milhões de pessoas com mais de 65 anos sofrem uma queda todos os anos na Europa. Esta é a principal causa de mortes por trauma nessa faixa etária. A intervenção médica imediata é fundamental e pode muitas vezes significar a diferença entre a vida e a morte", revelou o fundador da empresa que lidera o consórcio responsável pelo dispositivo, a Vigilio SA.
 

Jean-Eric Lundy, que é também médico do serviço de urgências do Hospital Cochin, em Paris, sublinha que muitos idosos chegam ao hospital "depois de terem estado deitados no chão durante horas sem conseguirem pedir ajuda".
 

"A deterioração física e psicológica que se segue é, muitas vezes, irreparável. A capacidade de intervir rapidamente e fornecer a assistência médica necessária pode assegurar que uma queda não tenha um impacto permanente sobre a qualidade de vida da pessoa", adianta.
 

Relativamente aos outros sistemas de teleassistência para idosos, o Vigi'Fall não necessita que o idoso carregue num botão para avisar da queda. O dispositivo, que pode ser usado pelo utilizador de forma permanente e não-invasiva, baseia-se num sistema de sensores.
 

Se o idoso cair, para além do sinal emitido pelo biossensor, os sensores de parede detetam a ausência de movimento e transmitem um sinal para a caixa de controlo central, também no interior da casa, que liga automaticamente, via telefone, a um enfermeiro ou um “call center”. Utilizável mesmo no chuveiro e carregado por baterias de alta potência, o dispositivo - uma vez colocado sobre a pele - pode ser simplesmente esquecido", refere o comunicado da CE.
 

Os responsáveis estimam que venha a ser usado por três milhões de idosos nos próximos três anos.

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.