«Dispensa de trabalhadores da saúde pode paralisar serviços», afirma Ordem dos Enfermeiros
30 maio 2002
  |  Partilhar:

A Ordem dos Enfermeiros afirmou na quinta-feira que a dispensa de trabalhadores na saúde pode levar à paralisação de serviços e que o clima de instabilidade que se vive põe em risco a qualidade dos cuidados prestados.
 

 

A Ordem enviou ao ministro da Saúde uma nota a solicitar "a urgente resolução da situação dos contratados" a prazo no sector, por considerar que a "instabilidade actualmente instalada nas instituições coloca em sério risco a qualidade dos cuidados de saúde prestada aos cidadãos".
 

 

Em comunicado, a bastonária da Ordem, Mariana Diniz de Sousa, diz que são necessários "os enfermeiros e outros trabalhadores que estão a ser dispensados".
 

 

"Faltam 20.000 enfermeiros em Portugal, como reconheceu o próprio ministro da Saúde em declarações públicas, pelo que não se compreende que agora as instituições que deles necessitam estejam a rescindir os contratos, alegando a ausência de instruções para que não o façam", escreve a bastonária.
 

 

Fonte: Lusa

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.