Disfunção eléctrica do cérebro pode estar na origem da Depressão

Estudo da Stanford University

12 julho 2007
  |  Partilhar:

 

Uma disfunção eléctrica do cérebro pode ser a causa da Depressão, segundo um estudo da Stanford University, dos EUA. As modificações na maneira pela qual os impulsos eléctricos circulam no circuito parecem ser a causa dos estados depressivos, segundo os autores do estudo publicado na edição on-line da revista “Science”.
 

 

Num estudo efectuado em ratinhos, investigadores norte-americanos da Faculdade de Medicina da Stanford University, na Califórnia, descobriram um princípio que pode permitir explicar como convergem as múltiplas causas e tratamentos da Depressão.
 

 

Graças a uma nova tecnologia para obter imagens do cérebro, os investigadores aperceberam-se que os diferentes mecanismos da Depressão e dos seus tratamentos acabavam por passar por um único circuito eléctrico. Os cientistas descobriram que em roedores deprimidos existia uma alteração do fluxo de actividade eléctrica no cérebro que pode ser corrigida recorrendo a antidepressivos.
 

 

“Penso que esta descoberta nos vai ajudar a compreender porque é que há um tão grande número de causas e tratamentos para a Depressão”, afirma Karl Deisseroth, professor de bio-engenharia e de psiquiatria na Stanford University, e principal autor deste estudo.
 

 

Fontes: Lusa e Imprensa Internacional
 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.