Diga não à Osteoporose

Quando um simples problema de ossos se transforma em osteoporose é urgente agir

10 agosto 2003
  |  Partilhar:

 

Como em tudo, ou quase tudo, no corpo humano também os 206 ossos que formam o esqueleto têm a sua importância e exigem cuidados especiais. O cuidado com estes visa quase sempre, se não sempre, prevenir o aparecimento de uma doença que dá por nome de osteoporose.
 

 

Estes 206 ossos encontram-se em constante reconstituição. Uma reconstituição que consiste numa formação de tecido ósseo novo e numa destruição do velho. Todo este processo é permanente mas o pico da densidade óssea é alcançado cerca dos 30 anos. Os 30 anos são vistos como a meta onde cada ser humano ganha mais ossos do que perde. Quando o contrário começa a acontecer estamos perante a osteoporose.
 

 

Nesta área o sexo feminino sai mais prejudicado. Isto porque a mulher para além de ter menos de 25% a 30% massa óssea do que o homem, também perde 35% de osso compacto e 50% do tecido esponjoso ao longo da vida. O homem perde, aproximadamente dois terços dessas percentagens. Contudo, isso não livra o homem de problemas de ossos relacionados com a idade ou a alimentação inadequada.
 

 

 

As mulheres que têm probabilidade de ser vitimas desta doença são as que apresentam entre outros aspectos antecedentes familiares, são baixas, magras e fumam. Outros dos factores que podem ser cúmplices da doença prendem-se com a menopausa precoce e a cirúrgica. Para contornar o aspecto da menopausa precoce torna-se necessária uma terapia de reposição hormonal combinada com o consumo de cálcio como suplemento ou o uso de medicamentos específicos.
 

 

Evitar a osteoporose:
 

 

Podem ser apontados três caminhos para conseguir fazer com que a doença dê sinais de alerta o mais tarde possível e são eles: ter uma alimentação cuidada, fazer exercício físico e apanhar sol. Na alimentação, o ser humano deve consumir sempre que seja possível: ingredientes que contenham vitamina C e D, ingerir leite, peixe, frutos do mar, amêndoas e avelãs. Quando se faz desporto deve-se incluir neste a corrida, a ginástica e o levantamento de peso.
 

 

Mesmo não tendo nem de perto nem de longo cerca de 30 anos aplique na mesma e o mais rapidamente o ditado popular não deixe para amanhã o que pode fazer hoje ou melhor previna hoje o que amanhã pode não poder ser prevenido.
 

 

Para mais informações contacte o seu médico de família ou leia por exemplo no site Herba Express.
 

 

Adriana José Oliveira
 

MNI – Médicos Na Internet

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.