Dificuldades de aprendizagem em debate

Seminário junta especialistas em Cascais

06 outubro 2004
  |  Partilhar:

    Em Portugal, a percentagem de adolescentes e adultos com Necessidades Educativas Especiais (NEE) é cada vez maior. Muitas vezes é o professor que identifica em primeiro lugar essas dificuldades e sobre ele recai a responsabilidade de desenvolver estratégias pedagógicas para ajudar os seus alunos. Neste sentido, o Centro de Apoio ao Desenvolvimento Infantil (CADI) promove, sábado, na sua sede em Cascais,  um seminário sobre o tema com prelectores de renome.  As Dificuldades de Aprendizagem correspondem a «um grupo heterogéneo de perturbações, manifestadas por dificuldades significativas na aquisição e uso da compreensão auditiva, fala, leitura, escrita, raciocínio ou habilidades matemáticas», de acordo com o National Joint Committee of Learning Disabilities. Entre as principais manifestações encontram-se: a hiperactividade, os problemas psicomotores, a labilidade emocional, os problemas gerais de orientação, a impulsividade e o défice de atenção.  As perturbações da memória e raciocínio, na audição e na fala, bem como as dificuldades específicas de aprendizagem nomeadamente dislexia (dificuldade na leitura e compreensão de textos), disortografia (dificuldade na escrita correcta das palavras), disgrafia (dificuldade na escrita), discalculia (dificuldade em utilizar os números e efectuar cálculos matemáticos) são igualmente identificadas como dificuldades de aprendizagem.  Estas dificuldades resultam de disfunções do sistema central nervoso e podem manifestar-se ao longo da vida. O impacto sobre os adolescentes e adultos conduz ao desenvolvimento de sentimentos de insegurança e angústia e, em última análise, à diminuição da auto-estima, dificultando a sua integração social. A resolução, na maioria dos casos, passa pela correcta identificação e intervenção pedagógica, muitas vezes sob a responsabilidade dos professores.  Neste âmbito, o CADIn convidou dois palestrantes internacionais, a Profª Drª Janet Lerner (recebeu o «Wallace Wallin Lifetime Achievement Award do Council for Exceptional Children», em 2004. O seu livro «Learning Disabilities» já vai na 9ª edição e é uma referência nas Escolas e Universidades, a nível internacional) e o Prof. Dr. José António Portellano (professor titular de Neuropsicologia da Faculdade de Psicologia de Madrid e autor de 12 livros sobre neuropsicologia e dificuldades de aprendizagem) que vêm debater a teoria, o diagnóstico, bem como as diversas estratégias para abordar as dificuldades de aprendizagem.  MNI- Médicos na Internet

Partilhar:
Classificações: 1 Média: 3
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.