Dieta rica em soja e peixe protege cérebro contra Alzheimer

Ácido gordo trava desenvolvimento da doença

05 setembro 2004
  |  Partilhar:

 Um ácido gordo abundante em alimentos como a soja e o peixe protege o cérebro contra a doença de Alzheimer e pode travar o desenvolvimento desta patologia degenerativa até etapas mais avançadas, segundo um artigo científico publicado esta semana.«Uma dieta rica em ácido docosahexaenóico (DHA) reduz substancialmente o impacto do gene da Alzheimer», afirma Greg Cole, autor principal do artigo publicado na revista científica «Neuron» e professor de neurologia na Escola David Geffen de Medicina da Universidade da Califórnia, Los Angeles.Cerca de 30 por cento da chamada «massa cinzenta» do cérebro é ácido docosahexaenóico. «Esta é a primeira prova de que as nossas dietas afectam a forma como as células do nosso cérebro comunicam entre si perante a dificuldade que representa a doença de Alzheimer», acrescentou.Cole e a sua equipa, que começou por estudar os danos que a Alzheimer causa na sinapse, isto é, a ligação entre as células cerebrais, usaram ratinhos geneticamente modificados para terem lesões no cérebro semelhantes às provocadas por uma Alzheimer avançada.Quando os ratinhos desenvolveram as lesões cerebrais mas não demonstraram a perda de memória que evidencia a deterioração da sinapse, os cientistas fixaram-se na dieta dos animais. «E descobrimos que os ratinhos tinham uma dieta de soja e peixe, dois ingredientes cheios de ácidos gordos do tipo ómega 3», disse Sally Frautschy, professora de neurologia na mesma universidade.Ao invés, segundo adiantou Frautschy, «os ratinhos que tiveram uma dieta sem DHA registaram, cinco meses depois, altos níveis de dano cerebral e deterioração de sinapse».Só nos Estados Unidos calcula-se que cinco por cento da população com mais de 65 anos e um terço dos que têm mais de 80 sofra de Alzheimer, doença que destrói a capacidade intelectual e é a terceira causa de morte no país, depois do cancro e das doenças coronárias.No entanto, adverte Cole, «uma dieta abundante em ácido docosahexaenóico é algo que qualquer pessoa pode fazer para controlar, facilmente, o risco da doença». E acrescentou: «Qualquer pessoa pode comprar DHA na sua forma purificada, em cápsulas de óleo de peixe, no peixe com alto teor de gordura, ou em ovos que contêm DHA».Fonte: Lusa

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.